IEMANJÁ – Mãe de todos os orixás

IEMANJÁ – Mãe de todos os orixás

 

 

MITOLOGIA

Iemanjá começa sua história ajudando na criação do mundo; Olodumaré vivia só no infinito rodeado de chamas por onde quase nem se podia caminhar. Mas já estava cansado deste lugar e sentia-se muito sozinho tanto para falar ou brigar.
Assim fez surgir uma tormenta enorme de águas que se batiam e batiam contra as pedras e ao aquietar-se tinham surgido os mares e oceanos e do que sobrou nasceu a Terra.

No reino do mar, junto à terra nasceu o reino de Iemanjá, envolvida em algas e estrelas do mar, peixes, conchas, corais e madrepérolas. Iemanjá nasceu de cor azul e prata e recebeu uma coroa de um brilhante arco íris de Oxumaré.

Olodumaré, Deus criador de Tudo, e Iemanjá, a mãe dos orixás dominaram o fogo da Terra e distribuíram as energias da terra.
O fogo interno foi dado a Aganju, mestre dos vulcões; o fogo que queimava na superfície foi apagado e o orixá Ocó fertilizou as terras com suas cinzas e tudo o que nasceu florestas, bosques, frutos e ervas, flores foi dado aos cuidados de Ossaim; e com tudo isto veio a peste, as doenças, e foram dadas a Omolu para serem curadas. Iemanjá estava encantada pela Terra e a adornou com lagos de águas claras, cascatas, rios e fez surgir Oxum a quem lhe deu o poder sobre as águas doces.

Quado tudo terminou e cada parte da natureza estava sob os cuidados dos filhos de Iemanjá, Obatalá obedecendo a ordens de Olorum criou o ser humano. E a Terra foi povoada e os seres agradeceram os orixás pela abundância da natureza.

 

 

 

 

 

IEMANJÁ, MÃE DE TODOS OS ORIXÁS

O nascimento dos Orixás

Obatalá, o Céu, e Odudua, a Terra tiveram dois filhos: Aganju da Terra Firme e Iemanjá das Águas; eles mantiveram relação íntima e nasceu um filho, Orungã, que manifestou desejo incestuoso pela sua mãe.

Um dia ele raptou e violentou Iemanjá. Ela fugiu desesperada, mas desfalecendo foi encontrada por Orungã que viu seu corpo se espalhar e transformar-se em vales e serras; dos seios de Iemanjá nasceram dois rios que se juntaram numa lagoa que crescendo originou o mar.

O ventre enorme dela se rompeu e dele surgiram os Orixás:

Xangô, do trovão

Resultado de imagem para todos os orixasDadá, dos vegetais

Ogum, do fogo e da guerra

Olossá, dos lagos

Oiá, do rio Níger

Olocum, do mar

Oxum, do rio Oxum

Obá, do rio Obá

Ocó, da agricultura

Oxossi, dos caçadores

Ajê Xalugá, da riqueza

Xapanã, da varíola

Oxu, a lua

Oquê, das montanhas

Orum, o sol

Exú, o mensageiro.

Cada filho de orixá tem seus próprios poderes sobre seu elemento. Por isto que sempre que se entrega um trabalho para o orixá da pessoa primeiro se agrada ou saúda a Iemanjá, porque Ela está em todos.

 

 

 

 

 

Comente

Sobre Rakel Possi

Psicóloga e Practitioner em PNL. Autora de diversos livros, ela assumiu a missão de preparar e ajudar pessoas e organizações se adaptarem melhor ao momento do universo. A competência com foco no desenvolvimento humano e ecológico é o seu forte. ___ En español: Psicóloga y Practitioner en PNL. Autora de diversos libros, asumió la misión de preparar, y ayudar, personas y organizaciones a adaptarse mejor al momento del universo. La competencia con foco en el desarrollo humano y ecológico es su fuerte.

Idiomas

Facebook Rakel Possi

Newsletter Rakel Possi

Newsletter Rakel Possi Faça parte! Já somos 3 139 assinantes.
Forme parte! Ya somos 3 139 suscriptores.

Seu/Su idioma:

Não enviaremos emails e ofertas de terceiros.
No enviaremos emails y ofertas de terceros.