FESTIVAL DE WESAK

FESTIVAL DE WESAK

Este contenido también puede ser leído en: Español


O FESTIVAL DE WESAK

Plenilunio de Touro

10 de maio de 2017

18h 44 min  (Horário de Brasilia, Brasil)


 

Fazer a Grande Invocação (ver no final) pelo menos de madrugada, manhã, tarde e à hora da Lua Cheia do seu país. No Brasil será a 18:44h. E continuar fazendo por mais dois dias.

“Nenhum preço que nos exijam será demasiado alto para ser útil à Hierarquia no momento da Lua Cheia de Touro, o Festival de Wesak; nenhum preço é demasiado alto para obter a iluminação espiritual possível, particularmente neste momento.” D.K.  Mestre Tibetano Djhal Khul


O Festival de Wesak é o segundo dos Grandes Festivais que se festejam sobre a Terra orientados pelos Mestres da Luz. O primeiro é o Festival da Páscoa e o terceiro o Festival de Asala a ser celebrado no plenilúnio de Gêmeos.

Em Wesak celebramos a vinda de Buda à Terra e seu encontro com o Cristo. Não é um fato místico, mas uma cerimônia sagrada da qual participam o Buda, o Cristo e toda a Hierarquia Espiritual Iluminada para abençoar e precipitar a Luz Dourada sobre todos os participantes no mundo inteiro que se reúnem para meditar neste momento. É o momento do ano com mais Luz, quando o Logos Planetário, que é o espírito da Terra, emana diretamente do seu coração raios de Puríssima Luz para a consciência humana e planetária.

 

 

Tempo de celebração
A celebração de Wesak abarca um período de cinco dias. Começa dois dias antes do plenilúnio de Touro e vai até dois dias depois dele. O momento exato dele indica o alinhamento do Sol, da Terra e da Lua. Neste momento se abre um Portal de Iluminação, o maior do ano.

 

 

 

Diferença entre VESAK  e  WESAK

VESAK é a festa budista de comemoração do nascimento, iluminação e morte do Buda. É uma festa do budismo tibetano chamada Saka Dawa, que acontece na lua cheia de Maio. Quando o plenilúnio de touro acontece em maio, então as duas festividades podem ser comemoradas juntas.

WESAK é a festividade AQUARIANA. Aqui não só celebramos a chegada de Buda como também seu encontro com o Cristo e a irradiação de Luz sobre toda a humanidade com a colaboração de toda a Hierarquia Cósmica. Entendemos por Hierarquia o conjunto de seres que já ascensionados trabalham pela evolução e o bem do Planeta Terra. São considerados nossos Irmãos mais Velhos ou os Sábios do Mundo ou ainda Mestres Ascensionados, Mestres Ascensos ou Grandes Mestres do Oriente e do Ocidente ou simplesmente Mestres de Luz, ou Mestres de Shamballa.

 

Começo
Esta celebração começou a ser ensinada e divulgada por Alice Bailey. Em 1919 ela recebeu uma canalização do Mestre Djwal Khul aonde lhe foi dito que deveria ser celebrado no plenilúnio de Touro este encontro com Buda, Cristo e os Mestres de Shamballa. Os dois festivais têm em comum a benção do Buda e o desejo de que todos os corações despertem para o Amor e a Paz, já que a hierarquia espiritual não se centraliza no fato do Buda histórico.

No calendário ocidental, que é Solar e não Lunar, o signo de Touro que começa no dia 20 de abril e vai até 20 de maio, é o mais próximo ao mês Vaisakha (maio), e como a celebração Budista é elástica porque se guia pelo calendário lunar, a data aproximada da celebração de Buda é nos dez primeiros dias de maio.
Com WESAK realizamos a verdadeira Comunhão Aquariana, a Comunhão com a água.
O elemento ‘Água’ representa a pureza, a transparência e a nova espiritualidade que está se manifestando já neste início de era de Aquário. A água, que é a maior parte de nosso organismo, representa Deus e a sua Inteligência Divina, capaz de receber nossas palavras e nossos pensamentos e através da qual podemos mudar nossa estrutura vibracional e fazer a união do Divino, Eu-espiritual, com a Mãe Terra, o nosso corpo físico.

“Nenhum preço que nos exijam será demasiado alto para ser útil à Hierarquia no momento da Lua Cheia de Touro, o Festival de Wesak; nenhum preço é demasiado alto para obter a iluminação espiritual possível, particularmente neste momento.” D.K.

 

A cerimônia externa

A imagem se assemelha à descrição feita por alice Bailey, mas não se sabe exatamente a posição geográfica do evento.

Em um pequeno vale do Tibet, nos Himalaias, rodeado por montanhas reúnem-se os peregrinos e estudantes sintonizados com a energia da Hierarquia. Acomodam-se deixando um
dos lados, o noroeste, aberto.
Segundo a lenda muito antiga tibetana neste lugar se sentam os lamas e homens santos. Todos seguem e respeitam a hierarquia iniciática.

No nível etéreo sobre as rochas se encontram os Três Grandes Senhores: o Cristo, no centro; o Manu, ser espiritual que dirige a Raça Humana nesta época, a direita e o Senhor da Civilização, Mestre Saint Germain a sua esquerda. No meio deles há um pote de cristal cheio de água.

Os discípulos que formam o Novo grupo de Servidores do Mundo se encontram alguns em corpo físico e outros, muitos, em corpo espiritual e em estado de aparente sonho.

Ao aproximar-se a lua cheia, todos dirigem os olhares para o noroeste.
Os três Grandes Senhores formam círculos e começam a cantar; uma maravilhosa e gloriosa figura se materializa no centro dos círculos: O Cristo Cósmico ou Senhor Maitreya, surge empunhando o Cetro do Poder com o Diamante Flamígero. Os movimentos impregnam de energia o lugar e preparam a cerimônia para a chegada do Grande Ser de Luz.

Enquanto cantam mantras, os regentes ou mestres de todos os Raios se colocam em seus lugares: Mestres El Morya, Koothumi, Serapis Bey, Hilarion, Jesus e todos os demais iniciados. Maitreya então anuncia que tudo está pronto.

O plenilúnio está começando e surge um ponto de Luz Dourada e logo aumenta e toma a forma de Buda sentado na posição de lótus, com profunda iluminação dourada. Com sua mão direita chega abençoando a todos.

Cristo, Maitreya, entoa a Grande Invocação e todos reverenciam o Buda.
A cerimônia toda leva aproximadamente oito minutos e é de uma profundidade ímpar.

É o grande encontro do Cristo com Buda, em que a bênção beneficia a todo o Planeta.

Então, Buda começa a se elevar, a Luz Dourada se expande mais ainda e Ele desaparece no éter. Todos os presentes também se retiram e novamente a cerimônia será realizada no próximo plenilúnio de Touro.

Tudo isto consta narrado de canalizações dos Mestres da hierarquia através dos canais escolhidos.

 

 

O QUE FAZER NESTE DIA

– Estar pronto para no plenilúnio poder receber a benção de Buda.

-Manter o corpo limpo através de jejum, e a mente e o coração limpos também fazendo tantas vezes quantas forem possíveis a Invocação de Perdão.

– No dia: fazer a Grande Invocação pelo menos de madrugada, manhã, tarde e à hora da Lua Cheia do seu país. No Brasil será a 16h 16 min e continuar fazendo por mais dois dias.

Fazer a meditação de coração aberto, sem julgamentos, entendendo que o Serviço dos Mestres é aberto para todos os seres independente de raça, nacionalidade, credos, condição econômica, mas que trabalham pelo bem da humanidade. Este é o sentido do chamado Novo Grupo de Servidores.

– Prepare-se usando roupa clara ou dourada.

 – Reúnam-se pelo menos duas pessoas para que o Cristo e o Buda estejam entre vocês.

 

A GRANDE INVOCAÇÃO

Esta é uma Invocação que não deve ser modificada e é realizada mundialmente por todos aqueles que desejam um mundo de paz outra vez. Faça esta Invocação diariamente visualizando a sua frente, de olhos fechados, uma esfera de luz dourada na qual entrará mentalmente e sentirá ela aumentando de tamanho para que possa colocar nela sua família e todos os que ama, e também seus inimigos. Envolva com essa Luz o planeta Terra e então, faça a seguinte Invocação

 

DO PONTO DE LUZ NA MENTE DE DEUS,

FLUA LUZ ÀS MENTES DOS HOMENS

QUE A LUZ DESÇA À TERRA

DO PONTO DE AMOR NO CORAÇÃO DE DEUS,

FLUA AMOR AOS CORAÇÕES DOS HOMENS;

QUE O CRISTO VOLTE À TERRA.

DO CENTRO ONDE A VONTADE DE DEUS É CONHECIDA,

GUIE O PROPÓSITO TODAS AS PEQUENAS VONTADES DOS HOMENS;

O PROPÓSITO QUE OS MESTRES CONHECEM E A QUE SERVEM.

DO CENTRO A QUE CHAMAMOS A RAÇA HUMANA,

CUMPRA-SE O PLANO DE AMOR E LUZ;

E QUE ELE VEDE A PORTA ONDE MORA O MAL.

QUE A LUZ, O AMOR E O PODER

RESTABELEÇAM O PLANO NA TERRA.

 

 

 

 

Comente

Sobre Rakel Possi

Psicóloga e Practitioner em PNL. Autora de diversos livros, ela assumiu a missão de preparar e ajudar pessoas e organizações se adaptarem melhor ao momento do universo. A competência com foco no desenvolvimento humano e ecológico é o seu forte. ___ En español: Psicóloga y Practitioner en PNL. Autora de diversos libros, asumió la misión de preparar, y ayudar, personas y organizaciones a adaptarse mejor al momento del universo. La competencia con foco en el desarrollo humano y ecológico es su fuerte.

Facebook Rakel Possi

Newsletter Rakel Possi

Newsletter Rakel Possi Faça parte! Já somos 3 216 assinantes.
Forme parte! Ya somos 3 216 suscriptores.

Seu/Su idioma:

Não enviaremos emails e ofertas de terceiros.
No enviaremos emails y ofertas de terceros.